Aripuanã-MT foi elevada à categoria de município e distritos pela Lei Estadual nº 545, de 31/12/1943.  A partir desta época os prefeitos eram nomeados e governavam o município em escritórios situados em Cuiabá-MT vinham à cidade periodicamente para exercer suas funções político-administrativas.

Por volta  do ano de 1966 o Governo do Estado de Mato Grosso integrou Aripuanã ao ceio político e econômico do Estado, criando então a sede da prefeitura na cidade de Aripuanã à beira do rio Aripuanã. Porém a administração municipal continuou funcionando em Cuiabá, sendo transferida apenas em 02/12/1978, Aripuanã contou ainda com mais dois prefeitos nomeados até sua primeira eleição que ocorreu em 1985.

A origem das câmaras municipais dos vereadores vem da época da colonização do Brasil, sendo considerado o órgão legislativo da administração dos municípios, configurando-se como a assembléia de representantes dos cidadãos de uma cidade. Sendo órgãos importantíssimos à autonomia política dos municípios e contribuindo inegavelmente a “democracia”.

Suas atribuições estão esplanadas na Constituição Federal de 1988, a Câmara é representada pelos Vereadores, pelo Plenário, pela Mesa Diretora e pelas Comissões.

A Câmara Municipal de Vereadores de Aripuanã-MT, foi constituída em 1986, no dia 01/01/1986 na primeira sede (que era cedida pela Prefeitura Municipal) da Câmara localizada na Avenida Pade Ezequiel Ramim, n° 533, centro, realizou-se  a primeira solenidade de posse da eleição realizada em 15/11/1985, sendo empossados 7 (sete) vereadores (Ernestina Glória de Messias Demeneck, Delmir Valdir Balestrin, Jaime Duarte, Osni José Zeferino, Cipriano Antônio Macedo, Jovino Yung, Luiz Humberto Lira dos Anjos prefeito (Almiro Petersen) e vice-prefeito (Mário Rodrigues).  Em 1990 a Câmara Municipal de vereadores cria seu Regimento Interno e também a Lei Orgânica do Municipio sendo aprovada  e promulga pelos seguintes vereadores, que ficarão na historia de Aripuanã por serem os vereadores constituintes.

VEREADORES CONSTITUINTES:                GESTÃO 1989 A 1992

AGUINALDO LOPES PAEL                            NATAL JOSÉ ZEFERINO

ARI LEO GRAEBIN                                           OSMAR LUIZ JACOMINI

BENTO MANOEL ESÍDIO                               OSNI JOSÉ ZEFERINO    

EDMUNDO M ROZA                                         PEDRO RODRIGUES VARELI

LEOCLIDES DEMICHELI                               ROBERTO FERREIRA DA SILVA

MARIA LIGIA MARQUES MONTANHA                                                                

                Sua sede própria foi adquirida em 1993, sob a Presidência do Vereador Leoclides Demichelli, constituida até os dias de hoje na Rua Antônio Paulo da Costa Bilego,  nº 168, centro, passando por várias reformas e ampliações, uma das ampliações mais significativas foi a construção do 2º (segundo) Anexo contendo gabinete próprio para cada vereador, em meados de 2003 a 2004, sob a Presidência do Vereador Ademir Flori de Lima.

A cada legislatura novas culturas organizacionais vão sendo construídas, porém não perdendo seu foco principal que é atender primordialmente o interesse da sociedade como também o da instituição, para manter uma boa administração baseada em princípios legais e constitucionais. No decorrer desses processos, seus administradores vêm percebendo a importância de se administrar com eficiência e eficácia, em meio às obrigatoriedades estabelecidas ao longo dos anos pelo Tribunal de Contas do Estado.

Em seu histórico político a Câmara conta hoje com 2 (dois) vereadores reeleitos por 3 mandatos ( Geraldo Martins Silva e Antônio Firmino dos Santos), atualmente a Câmara está sob a Presidência da Vereadora  Seluir Peixer Reghin, e a mesa diretora é composta por mais 3 (três) vereadores (1º Secretário Joveniro Mássimo dos Santos, 2º Secretário Jonas Rodrigues da Silva e Vice-presidente Geraldo Martins Silva).

Ao longo dessas legislaturas seus gestores vêm desempenhando um trabalho de melhoria contínua, seguindo normas e diminuindo consideravelmente os índices de irregularidades na gestão dos recursos públicos, com o auxílio, orientação, fiscalização e avaliação do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.
 

Fonte:


- http://www.ferias.tur.br/informacoes/4295/aripuana-mt.html

- Informações obtidas no livro de Registro de Ata das sessões de 1986.

 - Informações obtidas nos Balanços Gerais dos repectivos exercícios financeiros da CMA.

- OLIVEIRA, Nilmara Sombra. Pesquisa de Imagens: percepção da população sobre a Câmara Municipal de Aripuanã-MT. 2011. Monografia (Bacharelado em Administração). Universidade do Estado de Mato Grosso, Campus de Tangará da Serra, Núcleo Pedagógico de Aripuanã-MT.